Adote um Quarto SUS

O caráter social da Santa Casa de Piracicaba ganhou novos contornos depois que o Hospital lançou, em dezembro de 2011, a campanha ADOTE UM QUARTO DO SUS E FAÇA DIFERENÇA. A proposta é permitir que a iniciativa privada também exercite a responsabilidade social e contribua com recursos para a completa reestruturação dos 72 quartos que o Hospital destina ao atendimento pelo SUS (Sistema Único de Saúde). 39 deles já foram adotados e completamente remodelados.

 

Os quartos adotados passam por melhorias que permitem a troca de todos os móveis e reforma estrutural com a remodelação de piso, pintura, tubulação de gases medicinais e adequação do banheiro. Destaque para as camas, que deixam de ser acionadas manualmente para ganhar controle elétrico que amplia a autonomia do paciente e facilita o trabalho da equipe multidisciplinar.

 

A reforma de cada quarto está orçada em cerca de R$ 40 mil e a empresa que contribuir com a verba tem uma placa com o seu nome afixada na entrada do quarto ‘adotado’. Fica mais fácil compreender a amplitude da iniciativa quando os números são expostos. 60% dos cerca de 20 mil atendimentos realizados mensalmente pela Santa Casa de Piracicaba são destinados ao SUS.

 

Na visão da Mesa Diretora, por ser uma instituição filantrópica sem fins lucrativos a Santa Casa pertence à comunidade e, neste contexto, a campanha abre a perspectiva de estreitar os laços com essa mesma comunidade, contando com o apoio e respaldo de pessoas e empresas conscientes da importância do trabalho que a Instituição realiza na área da saúde pública.

 

Interessados em participar da Campanha devem entrar em contato com a Instituição pelo (19) 3417-5001.

 

Pacientes aprovam mudanças - Basta uma visita rápida aos quartos que ainda não passaram pela reforma para entender o sorriso estampado no rosto de quem passou pelo quarto já reestruturado. É o caso de Juarez Esteves Viana, de 58 anos, que permaneceu internado na Santa Casa por 37 dias em decorrência de uma osteomielite na perna direita. “Tive sorte em ocupar um dos leitos do novo quarto”, disse o pedreiro.

 

Seo Juarez, que já havia sido internado duas vezes anteriores por causa de um grave acidente de carro, garante que sua última passagem pelo Hospital foi muito melhor. Segundo ele, “tudo estava bem diferente no quarto, que tinha até uma TV de plasma pra gente se distrair um pouco. A pintura é mais clara, tem tela de proteção na janela; o foco de luz é direcionado e a cama é elétrica, assim a gente não precisa chamar a enfermeira toda hora”, disse ele, apontando também a reestruturação do banheiro.

 

“A gente se sente mais valorizado assim”, afirmou o paciente, garantindo que em um ambiente mais organizado e harmonioso a pessoa se sente mais acolhida e tranqüila.

 

“Todo mundo percebeu a diferença. Até os companheiros dos outros quartos queriam saber por que meu quarto era mais bonito. Daí, claro, eu dizia que era por que eu também era mais bonito, né!”, brincou.